Sever do Vouga é um território onde o chão não é chão, são memórias. Tem cor e espírito, tem o tempo marcado nas pedras, tem pessoas que sabem fazer, sabem contar histórias, que se lembram... Em Sever respira-se a força da natureza, sente-se o vigor do Homem que desde a Pré-história conquista este espaço. Neste território há uma simbiose entre a Natureza e o Homem que emociona. Podemos vê-la numa ruína de um dólmen, numas alminhas, numa lenda, num olhar, num sorriso. Sever é uma terra de montanha e de rios, de memória e saber, de gentes que guardam e transmitem um forte espírito de cumplicidade entre Passado e Futuro: O espírito do Lugar.




O espírito do lugar Sever do Vouga